Ator pornô gay é condenado à prisão perpétua por matar amante a facadas

Famosos por suas atuações gay-for-pay em filmes eróticos das produtoras NextDoor e Sean Cody, o ator pornô gay David Meza foi condenado à prisão perpétua nos Estados Unidos por matar o seu amante, Jake Clyde Meredino, de 52 anos, no México em 2015.

O assassinato teria acontecido quando os dois passavam férias no México. Segundo relatórios policias, Meza levou seu parceiro para uma estrada e o esfaqueou 24 vezes, cortando seu pescoço e jogando o corpo de um barranco. Os dois mantinham um relacionamento desde 2013. A intenção de Meza era ficar com toda a fortuna do amante, dono de diversas fazendas no Texas.

O ator teria herdado uma propriedade texana de U$ 3 milhões de dólares, além de um condomínio à beira-mar no valor de U$ 275 mil, comprado no dia anterior ao assassinato. Taylor Langston, namorada do ator, também ajudou e encobrir o crime e foi condenada a 21 meses de prisão.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!