Cientistas descobrem porque irmãos mais novos têm mais chances de ser gay

Irmãos mais novos têm mais chances de serem gays! Pelo menos é o que garante pesquisadores da universidade Brock, no Canadá. Segundo eles, quando uma mulher engravida de diversos homens, o corpo dela começa a produzir anticorpos que passam a afetar os bebês que ainda estão em formação.

Produzidos em resposta a uma proteína presente no cérebro dos meninos, esses anticorpos podem, supostamente, acarretar mudanças no cérebro em formação, impactando a condição sexual do bebê. “Parece que algumas mulheres, durante a primeira gravidez de um menino, ou logo após o nascimento do primeiro menino, apresenta essa substância (a proteína NLGN4Y) e começa produzir um anticorpo em resposta”, diz o pesquisador Tony Bogaert, da faculdade canadense.

“E depois, em outras gravidezes de meninos, os níveis elevados desses anticorpos podem afetar o cérebro dos homens”, continua. Ainda segundo Bogaert, o resultado do estudo significa um avanço nas pesquisas sobre sexualidade. “Isso é o resultado de um estudo de mais de 20 anos. A gente começou observando os irmãos mais velhos, ou a ordem em que eles nasceram. A pesquisa atual fortalece o consenso científico de que a homossexualidade não é uma escolha, e sim uma predisposição inata”, finaliza.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!