Cabeleireiro é condenado a prisão perpétua por infectar com HIV rapazes que conhecia em aplicativos

Daryll Rowe, um cabeleireiro britânico de 27 anos foi condenado a prisão perpétua por infectar, intencionalmente, rapazes que conhecia através do Grindr. De acordo com o jornal “The Independent”, o tribunal deu como provado, em novembro do ano passado, que o homem conseguiu infetar cinco homens e tentou infetar outros cinco.

Nesta quarta-feira (18/04), quando assistiu à leitura da sentença, Rowe não esboçou qualquer emoção. Nem perante o tribunal, nem perante nove das suas 10 vítimas, que estavam presentes. Rowe foi condenado pelo tribunal de Brighton Crown a prisão perpétua e terá de cumprir pelo menos 12 anos antes de pedir liberdade condicional. Com isso, Rowe é o primeiro homem no Reino Unido a ser considerado culpado de intencionalmente tentar espalhar o vírus da AIDS.

De acordo com a juiza Christine Henson, as vítimas de Rowe dizem viver com uma espada sobre as próprias cabeças, uma espécie de “sentença de morte”. “Muitos destes homens eram muito jovens, estavam na casa dos seus 20 anos, na altura em que tiveram a infelicidade de o conhecer”, disse a magistrada.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!