Brasil é o país que mais consome pornô com transexuais e o que mais comete crimes transfóbicos

O Brasil é o país que mais mata travestis e trans no mundo. Foram mais de 600 mortes no período entre janeiro de 2008 e março de 2014, de acordo com um relatório divulgado pela ONG Transgender Europe (TGEU). Agora, uma nova pesquisa mostra que os brasileiros também lideram uma outra lista: dos países que mais procuram por pornografia transexual no RedTube.

O levantamento feito pelo site pornô não mostra números específicos, mas ressalta algumas características sobre a relação do país com a pornografia. “Você tem 89% mais chances de pesquisar sobre transexuais [no RedTube], se vier do Brasil”, afirma o texto. O termo gringo “Shemale”, usado em sites pornôs para a busca de vídeos com trans, é o quarto item mais buscado pelos brasileiros. Já no ranking mundial, a mesma pesquisa ocupa o nono lugar.

A procura aumenta ainda mais quando se estuda as variações do termo e os regionalismos. Entre as palavras mais buscadas pelos brasileiros, também aparecem “travesti” e “brazilian shemale”. No RedTube, um vídeo com a tag “travesti” tem mais de 450 milhões de visualizações.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!