Transexual é morta a pauladas por jogador de futebol no Rio Grande do Sul

Uma transexual foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira (21/06) às margens do Rio Uruguai, em São Borja, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. A vítima foi identificada como Thalia Costa Barboza, de 33 anos.

Conforme a polícia, ela foi morta a pauladas por Douglas Gluszszak Rodrigues, de 22 anos, que jogava futebol pela Associação Esportiva São Borja, time que disputa a Segunda Divisão do Campeonato Gaúcho. O suspeito foi preso em flagrante na manhã desta quinta e, de acordo com o delegado Marcos Ramos Vianna, confessou o crime. Douglas contou à polícia que mantinha um relacionamento recente com a vítima, que vinha o ameaçando de tornar a relação pública.

“O rapaz alegou que mantinha um relacionamento com a transexual há cerca de duas semanas e que, nos últimos dias vinha recebendo ameaças da vítima, que publicaria fotos dele com ela nas redes sociais”, disse o delegado Marcos Viana, em entrevista ao UOL. Douglas não deu maiores detalhes sobre como matou Thalia e preferiu se manifestar apenas em juízo. A polícia trata o caso, inicialmente, como homicídio qualificado, devido à forma cruel como a vítima foi morta.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!