Considerado referência no Brasil e no mundo, proposta ameaça Programa de AIDS de SP

Ativistas criaram uma petição para impedir que sejam feitas alterações no Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids de São Paulo (CRT). Segundo usuários e profissionais de saúde do serviço, há uma proposta da Secretaria Estadual de Saúde para que o Programa Estadual de DST/Aids saia do CRT e faça parte da coordenadoria de Controle de Doenças.

“Está havendo uma tentativa do governo de São Paulo de retirar o Programa Estadual de Aids de dentro do Centro de Referência de Treinamento DST/Aids (CRT). Essa proposta não foi ao menos comunicada para a sociedade civil, movimento social e conselheiras/os de saúde. Separar o programa do CRT pode ter como consequência o enfraquecimento e sucateamento de um serviço que há 30 anos é referência nacional e internacional na prevenção e tratamento do HIV/aids e cuidado a pessoas vivendo com HIV/aids”, dizem os ativistas por meio da petição.

“As políticas de aids no Brasil tem passado por diversos retrocessos que tem atingido diretamente a população que mais precisa do SUS. Separar o Programa Estadual de Aids do CRT seria mais um desses retrocessos. Nos ajude a mostrar para os gestores públicos de saúde que essa proposta não é apoiada pela população”, finaliza o texto da petição que tem objetivo de chegar a 3 mil assinaturas. Para assinar, basta clicar aqui.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!