Aracaju elege primeira mulher trans como vereadora: “Histórico e uma responsabilidade muito grande”

A educadora transexual Linda Brasil (PSOL) é a candidata mais votada para uma vaga na Câmara de Municipal de Aracaju. Ela será a primeira mulher trans a ocupar um cargo político em Sergipe. Com 5.773 votos, Linda vai compor a Câmara de Vereadores junto com outros 23 eleitos.

“Para mim é histórico e também uma responsabilidade muito grande, porque estou representando uma comunidade que sempre foi excluída. Então, é muito importante que a gente ocupe esses espaços, não ocupar por ocupar, mas que a gente provoque transformações importantes nessa política”, comemorou Linda. “Vereadora mais votada de Aracaju com 5.773 votos. Receba o meu abraço cada pessoa que digitou o 50180 nas urnas hoje. Estamos fazendo história e seguiremos com muita coragem para transformar.”

Em seu site, Linda Brasil conta que é graduada em Letras Português-Francês e mestra em Educação pela UFS (Universidade Federal de Sergipe). A plataforma como candidata incluía o combate aos privilégios, ao racismo, à lgbtfobia e ao machismo.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!