Pesquisa aponta que 70% dos estudantes LGBTs do ensino médio não se assumem durante período escolar

Segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (14/12), sete em cada 10 pessoas LGBTQ+ não se sentem seguras para declarar suas identidades de gênero ou orientações sexuais, e três não se entendem como tais, durante o período escolar no ensino médio. É o que aponta a Pesquisa Nacional por Amostra da População LGBTI+, levantamento inédito feito pela startup Todxs.

De acordo com João Ker, do portal Terra, o estudo reuniu mais de 15 mil entrevistados, espalhadas pelos 27 estados do Brasil, que relataram suas experiências durante a vida escolar. Realizado ao longo do ano passado de forma online, o censo é o maior até agora com foco específico nessa população. Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Todxs, Marcos Felipe Almeida espera que o levantamento impulsione mudanças nas políticas públicas.

“Há uma falta de dados por parte dos órgãos oficiais; o próprio IBGE tem apenas uma pergunta sobre o tema. Isso traz dificuldade para o mercado, para a sociedade civil, e gera um reforço da invisibilização dessas pessoas, feita pelo próprio Estado, ao deixar de entender mais sobre essa população”, afirma Felipe ao Terra. A pesquisa apontou ainda que 76,4% dos entrevistados nascidos após 1990 não se declararam gays durante o período que frequentaram a escola. Para alguns participantes, o bullying e a exclusão familiar foram alguns dos motivos para não se assumirem.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!