Adolescente expulsa de casa por ser lésbica expõe a própria mãe no Twitter após invasão ao Capitólio

Uma adolescente de 18 anos usou o seu perfil no Twitter para denunciar a mãe, o tio e a tia que participaram da invasão ao Capitólio, em apoio ao presidente Donald Trump.

Na ocasião, Helena Duke compartilhou em seu perfil um vídeo em que sua mãe, Therese Duke, tenta tomar um celular das mãos de uma policial e acaba agredida no rosto. “Oi, mãe. Lembra de quando você me proibiu de ir aos protestos do Black Lives Matter porque poderia ter violência? Essa aí não é você?“, escreveu Helena na publicação. Em entrevista ao jornal New York Post, a jovem contou que a mãe havia dito que iria a uma consulta médica antes de sair de casa. De acordo com a filha, sua mãe era democrata, mas “sofreu uma lavagem cerebral”, e que “qualquer coisa que o presidente (Trump) fala, ela acredita“.

A jovem, que disse ter sido expulsa de casa por ser lésbica, abriu uma vakinha para conseguir ajuda momentâneamente. “No momento não tenho ideia de como vou pagar pelos meus estudos e tenho pouca ajuda financeira. Tenho o sonho de me tornar advogada. Quero fazer o mundo um lugar melhor e preciso de alguma ajuda para isso“, desabafa Helena, que arrecadou quase R$ 222 mil em dois dias. 

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!