Barbaridade! Adolescente trans de 13 anos é espancada até a morte no Ceará

O assassinato de uma adolescente trans de 13 anos chocou moradores da cidade de Camocim, no Ceará. Segundo informações do jornal O Povo, a vítima, identificada como Keron Ravach, foi espancada até a morte. O crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (04/01).

O suspeito do crime é um adolescente de 17 anos, que foi apreendido 21 horas depois do crime. O titular da Delegacia de Camocim, delegado Herbert Ponte, disse o garoto confessou o crime e afirmou que se encontrou com a vítima para fazer um programa sexual. No entanto, houve um desentendimento quanto ao pagamento dos valores e ele matou Keron. As agressões foram a facadas, pauladas, socos e chutes. “Ele matou a criança a faca, pedrada. Um crime bárbaro“, relata Ponte.

Keron faria 14 anos no dia 28 de janeiro, um dia antes do Dia Nacional da Visibilidade Trans e sonhava em ser influencer digital. Conforme O Povo, a mãe de Keron morreu há um ano, vítima de aneurisma cerebral. 

No boletim da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o órgão “descartou que o ato infracional tenha ocorrido em razão da orientação sexual da vítima“. A pasta destacou ainda que a investigação foi remetida ao Poder Judiciário, “para tomar as medidas necessárias em relação à infração do qual o adolescente é suspeito“.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!