Hacker invade rede de internet de cinto de castidade eletrônico e pede resgate aos donos: “Seu p*u é meu agora”

Um hacker assumiu o controle de um cinto de castidade eletrônico conectado à internet e exigiu um resgate em Bitcoin ao dono do produto para desbloqueá-lo. O brinquedo erótico é frequentemente usado por adeptos do BDSM para prevenir ereções.

Seu pau é meu agora“, disse o hacker a uma das vítimas, segundo uma captura de tela da conversa obtida pelo site vx-underground. Em entrevista ao VICE, uma vítima que pediu para ser identificada apenas como Robert disse que recebeu uma mensagem de um hacker exigindo o pagamento de 0,02 Bitcoin (cerca de R$ 3.000) para desbloquear o dispositivo. Ele verificou o dispositivo e percebeu que sua gaiola estava definitivamente “trancada” e que “não podia ter acesso a ela“. “Felizmente eu não estava usando quando foi bloqueada“, disse Robert.

A Qiui, fabricante do dispositivo com base na China, que é apropriadamente chamado Cellmate, não respondeu a um pedido de comentário. Alex Lomas, pesquisador de segurança da Pentest Partners, que auditou o dispositivo Cellmate, confirmou que alguns usuários receberam as mensagens de extorsão, e disse que isso destaca a necessidade de melhores práticas de segurança. “Quase todas as empresas e produtos terão algum tipo de vulnerabilidade em sua vida. Talvez não tão ruim quanto este, mas terão algo”, disse Lomas ao VICE.

O brinquedo pode ser bloqueado por um parceiro confiável remotamente por Bluetooth usando um aplicativo móvel, mas não é protegida por senha, o que significa que pode ser facilmente hackeada. Como o dispositivo é travado com um anel de metal embaixo do pênis do usuário, caso invadido, ele provavelmente teria que ser removido com um alicate. Tome cuidado com os dispositivos em que você confia seus dados ou, neste caso, seus órgãos genitais. 

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!