‘The Walking Dead’ pede para que fãs homofóbicos parem de assistir a série: “Por favor, deixe de nos seguir”

A conta oficial da franquia The Walking Dead no Twitter fez uma declaração contra homofobia esta semana, pedindo que fãs discriminatórios deixem de seguir a saga, após um de seus atores sofrer ataques homofóbicos nas redes sociais.

Se personagens LGBTQ+ na televisão (ou outros lugares) te causam desconforto ou raiva, por favor, deixe de nos seguir“, disse o perfil oficial da franquia. “Embora também encorajemos você a olhar para seu interior e ser mais receptivo, saiba que não há lugar em nosso fandom para discriminação odiosa ou ignorância intencional. Obrigado“, finalizaram.

Após as postagens, o ator Jelani Alladin, que interpreta Will, par romântico de Felix (Nico Tortorella), retuitou a mensagem e agradeceu o posicionamento da produção da série: “Para sempre isso. Orgulho de estar de volta ao trabalho e dar vida a esse relacionamento LGBTQ+”, disse ele. ​

Will e Felix não são os primeiros personagens LGBTQ+ da franquia. “The Walking Dead” tem um histórico de personagens LGBTs, como Aaron (Ross Marquand), Jesus (Tom Payne), Tara (Alana Masterson), Magna (Nadia Hilke) e Yumiko (Eleanor Matsuura).

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!