MC Maylon, que acusa vocalista do Molejo de estupro, diz que tentou se matar após crime: “Me olhava diferente”

O cantor e dançarino Maycon Douglas Pinto de Nascimento Adão, o MC Maylon, de 21 anos, que denunciou nesta quarta (03/02) à polícia ter sido estuprado pelo vocalista do grupo de pagode MolejoAnderson Leonardo, de 48, afirmou em entrevista à revista Quem que pensou em tirar a vida após o ocorrido e contou que entregaria provas do crime à polícia.

Tinha o sonho de me casar virgem. Estou indo até para o proctologista para comprovar o estupro. Não acreditam que eu era virgem. Não denunciei antes porque sabia com quem o Anderson andava e porque queria cuidar da minha saúde. Ele fez tudo sem camisinha, então fiz exames de HIV e HPV. Tentei me matar duas vezes. Ele me estuprou e me abandonou de madrugada na rua”, revela Maylon, que acabou mudando os hábitos por conta do trauma. “Me calei, comecei a entrar em depressão e minha mãe viu que meu comportamento tinha mudado. Sou gay e fiz um trato com minha mãe e Deus que só queria me doar para alguém que me amasse de verdade. Eu era virgem e o Anderson destruiu o sonho da minha carreira e da minha dignidade”, conta.

Segundo o rapaz, sua relação com o vocalista do Molejo era como a de pai e filho. “Hoje percebo que ele me olhava um pouco diferente, mas eu pensava que fosse amor de pai“, explica ele, que tem uma tatuagem com o rosto de Anderson no braço. “Está muito doloroso mesmo, não esperava ele ter feito isso, era um homem que eu chamava de pai, tatuei o rosto dele no meu braço. E ele fez esse ato de vandalismo“, comenta. “Foram trinta minutos tentando me penetrar e começou a sair sangue. Ele falava: ‘pode gritar’“.

Nesta quinta-feira (04/02), ele voltou à 33ª Delegacia de Polícia (Realengo) para entregar as provas do suposto crime. “Vou levar o sabonete do hotel e a cueca suja com sangue e esperma dele. Também vou fazer exame de corpo de delito“, disse. “Os amigos dele estão me ameçando muito, mandando mensagens, dizendo que quero me promover. Só quero mostrar meu caráter e minha dignidade. Não quero dinheiro. Minha virgindade não vai voltar para o lugar“.

Confira o pronunciamento de Anderson

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!