Menina de 8 anos é expulsa de escola católica após dizer que estava apaixonada por colega

Uma menina de 8 anos foi expulsa de uma escola primária cristã depois de contar a outra aluna que estava apaixonada por ela. Segundo a mãe da criança, Delanie Shelton, o incidente aconteceu na semana passada, quando Chloe Shelton, que frequentava o 2.º ano, na Rejoice Christian School, em Ohio, fez a revelação para a amiga.

De acordo com a CNN, Chloe foi retirada do recreio e passou as horas seguintes na sala da diretoria da escola. “Antes mesmo de me telefonarem, o vice-diretor disse a Chloe que a Bíblia diz que as mulheres só podem ter filhos com um homem”, disse Delanie a reportagem. “(O vice-diretor) me perguntou como eu me sentia sobre as meninas gostarem de meninas e eu disse a ele que não vejo nenhum problema nisso“.

No dia seguinte, Delanie recebeu ligação informando que a parceria da escola com sua família estava encerrada, o que significava não só a expulsão de Chloe, mas também de seu filho mais novo de cinco anos. “Eles me pegaram de surpresa. Eu estava com raiva, magoada, traída, triste… tantas emoções diferentes. Eu não conseguia acreditar”, disse Shelton. “Pedi (ao superintendente) que tivéssemos uma reunião para discutir e processar melhor. E ele recusou, dizendo que ‘não era necessário discutir mais nada’“, completa. Chloe ficou arrasada. Segundo a mãe, ela chorou e perguntou se Deus ainda a amava.

Em declaração, o superintendente Joel Pepin se recusou a comentar publicamente sobre o caso. “Devido à privacidade e outros fatores, é política da escola evitar comentários públicos sobre qualquer aluno ou família individual“, observou ele. O manual escolar afirma que “qualquer forma de imoralidade sexual” vai contra suas crenças. Incluindo “professar ser homossexual/bissexual“. Os alunos que não “se conformam aos padrões e ideais de trabalho e vida” na escola perdem o “privilégio” de frequentar, observa o manual.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!