Após assumir que era homofóbica, Patricia Marx se declara para a esposa: “Apaixonada por você”

Patricia Marx se declarou para à mulher nesta terça (20/04). A cantora compartilhou fotos com Renata Pedreira e revelou que está “casada e feliz há mais de um ano”.

“Esposa & esposa. Muito feliz de estar há mais de um ano ao seu lado, e agora, na mesma casa. Sou apaixonada por você, meu amor”, escreveu.

Aos 46 anos, a ex-vocalista do Trem da Alegria falou recentemente sobre como venceu o medo e se permitiu vivenciar o seu primeiro relacionamento lésbico.

“Até minha vida sexual acabou se tornando uma grande ruptura com todo esse universo machista. Finalmente tive a coragem de me assumir lésbica. Me permiti viver isso também porque vi que as relações com os homens não davam certo”, disse à revista Quem.

À publicação, Patrícia explicou que “tinha interesse em mulheres”, mas não se rendia à vontade por ter sido educada como homofóbica.

“Eu tinha interesse em mulheres desde a adolescência, mas reprimia isso porque fui educada em uma época homofóbica que fazia das lésbicas uma chacota. Eu tinha medo. Eu mesmo era homofóbica. Lutava contra mim, me agredia, não gostava de mim mesma, achava que era errado e feio… Eu vivi essa coisa esquisita de me reprimir. Me sentia incompleta e com um vazio mesmo tendo uma carreira, um filho e uma casa. Depois de muitos anos de análise, me permiti experimentar e ver se aquilo era um desejo real. Mudei a minha cabeça e a minha vida. Nunca estive tão liberta”, completou.

VEJA + NO PHEENO TV

Thiago Araujo é editor-chefe e criador do Pheeno! Referência no cenário pop LGBTQIA+ nacional, o carioca de 30 anos é jornalista e empresário do ramo do entretenimento, além de agitar as pistas como DJ mundo afora!