François Sagat diz que fãs ficam decepcionados quando descobrem que ele não é tão masculino como nos filmes

Conhecido por seu couro cabeludo tatuado e corpo musculoso, François Sagat revelou que alguns fãs ficam desapontados quando descobrem que ele não é “tão masculino” como mostra nos filmes. Capa da edição de junho da revista britânica Attitude, o ator pornô gay francês contou que sempre foi mais afeminado e chegou a sofrer com o bullying na escola durante a adolescência.

Eu sofria bullying no ensino médio porque eu era feminino e muito pequeno. Trabalhei minha voz, mas eu tinha uma voz muito efeminada. Eu tentava ser discreto, eu não queria ser excêntrico ou algo parecido, mas mesmo assim as pessoas ainda me importunavam quando percebiam que eu era um pouco diferente“, lembra o ator de 41 anos. “Eu tive uma excelente infância e família, mas tive péssimos anos na escola. Era horrível”, continua Sagat, que virou um dos queridinhos do pornô gay em meados dos anos 90, depois de estrelar seu primeiro filme aos 25 anos.

Ainda durante a entrevista, o ator e modelo aproveitou para falar sobre os fãs que ficam decepcionados com ele quando o conhecem pessoalmente: “Meus fãs, eram, 50/50 [por cento] divididos; metade deles ficavam bem decepcionados que eu não ser aquela fera masculina que eles queriam que eu fosse“, revela. “Não me vejo como masculino; eu me vejo como um meio termo. Lembro que comecei a brincar com os gêneros. Ainda me considero um cara cis-gênero, mais ou menos, mas não tenho medo de brincar com minha feminilidade e estar de salto ou meia ou o que fosse. Isso é mais interessante para mim do que a pessoa que eu ‘deveria’ ser”.

As pessoas que têm problemas com autoconfiança não entendem que elas são assim, provavelmente, porque não se sentem confortáveis com elas mesmas. Você precisar ver você mesmo com várias identidades”, aconselha ele. “Acho que há variações. Sempre penso em porcentagem. Às vezes tenho meu lado 50% de feminilidade, mas talvez eu esteja mais másculo essa semana”. “A barba não faz o homem”, concluiu.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!