Lula se solidariza com Gil e critica comentário homofóbico de conselheiro do Sport; mãe do ex-BBB agradece

O ex-presidente Lula usou o Twitter para mostrar seu apoio a Gil do Vigor, vítima de ataque homofóbico por parte do advogado Flávio Koury, integrante do Conselho Deliberativo do Sport Club do Recife. Na ocasião, em áudios vazados pelo conselheiro do time Romero AlbuquerqueKoury mostra-se revoltado com uma dança feita por Gil no estádio do Sport.

Se ele tivesse feito essa dancinha na casa dele ou em um bordel, eu não tava nem aí. Mas foi dentro da Ilha do Retiro. Isso é uma desmoralização, ausência de vergonha na cara. É isso que a gente tá vivendo. Não tem mais respeito, filho não respeita pai, pai não respeita filho. É a depravação“, disse o conselheiro. “1,2 milhões de visualizações. Arretado! 1,2 milhões de pessoas achando que o Sport só tem viado, só tem bicha. Vai vender é camisa. A viadagem todinha vai comprar… Vai ser lindo!”, continuou. Além de Gil, o Partido dos Trabalhadores (PT), legenda de Lula, também foi citado no áudio.

Como resposta, o ex-presidente disse que “a atitude individual de um dirigente guiado pelo ódio não condiz com a tradição do Sport Recife e a relação que o time construiu com o povo de Pernambuco. Minha solidariedade ao companheiro Gil Nogueira e que seu trabalho em favor da Educação possa alcançar esse conselheiro”.

Dona Jacira Santana, mãe de Gilberto, agradeceu o apoio e compartilhou em sua rede social um print do tweet que o político fez defendendo o seu filho. “Obrigada, companheiro, @lulaoficial pela solidariedade com o meu filho”, disse a mãe do ex-BBB.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!