Acusado de matar travesti com golpes de chave de fenda é condenado a 15 anos de prisão em Mato Grosso

Cléverson dos Santos, acusado de matar a travesti Larissa Valverde, de 24 anos, com golpes de chave de fenda pelas costas e vilipendiado o cadáver dela, foi julgado e condenado nesta sexta-feira (11/06), pelo Tribunal do Júri, a 15 anos de prisão. O crime foi cometido em 2017, no município de Sorriso (MT).

Segundo informações do G1, Cléverson ainda foi condenado por tentativa de furto a uma igreja e a uma papelaria. Todos os crimes foram praticados na noite do dia 1º de julho de 2017. Antes de cometer o assassinato, o réu teria tentado furtar à Paróquia Santa Luzia, no bairro Industrial. O crime só não aconteceu porque Cléverson não conseguiu quebrar a fechadura da porta. Ele, então, continuo no bairro até chegar à Papelaria e Malharia Ágape. Ao tentar arrombar a porta do estabelecimento, a proprietária gritou pedindo ajuda aos vizinhos e ele fugiu do local.

Quase 2 horas depois, às 23h45, no bairro Centro Sul, o réu encontrou a vítima no estacionamento de um supermercado. Sem qualquer chance de defesa, ela foi atacada a golpes de chave de fenda pelas costas, por conta de motivação fútil relacionada a suposta uma dívida. Larissa recebeu quatro golpes no pescoço e morreu no local. Após a vítima ser assassinada, Cléverson vilipendiou o cadáver ao introduzir em seu ânus um tubo plástico em formato cilíndrico.

VEJA + NO PHEENO TV

O Pheeno.com.br é um portal de notícias, estilo de vida e entretenimento LGBT do Rio de Janeiro, antenado também em tudo que acontece de importante para o segmento no Brasil e no mundo!