DaBaby tenta se desculpar por homofobia, mas piora situação e volta a discriminar portadores de HIV

O rapper DaBaby bem que tentou consertar sua fala homofóbica e discriminatória com portadores de HIV+, mas acabou piorando tudo. Pelo Instagram, ele afirmou que a internet virou um ambiente tóxico e que suas palavras foram distorcidas. 

“O que eu faço em um show, é para o público no show. Isso nunca será traduzido corretamente para alguém vendo um vídeo de seis segundos no celular. Não funciona assim”, disse o rapper. Ainda durante o pedido de desculpas, DaBaby voltou a discriminar portadores de HIV. “Mesmo meus fãs gays, eles não têm a porr* da AIDS, seus idiotas. Eles não têm AIDS. Meus fãs gays se cuidam. Eles evitam isso. Não são gays nojentos. Não são viciados. Meus fãs gays têm classe. Eles não são babacas em um estacionamento. Você tem que pegar um quarto. Um bom, em um hotel cinco estrelas. Até meus fãs gays têm padrões”, falou.

Eu disse para você acender a luz do celular se não tiver AIDS. Eu disse para você acender a luz se você não chupou um pau no estacionamento, para que eu possa lançar a próxima música. Eu não ia reclamar, isso é chamado ‘call to action’. É assim que se chama, porque sou um performer. Eu sou o melhor performer ao vivo. Sou um destruidor no show”, finalizou ele.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!