Drag queen sofre críticas por não usar peruca: “Me sentia aprisionada na figura feminina”

Conversamos com a drag queen Christy no estúdio! Fora do personagem, o carioca se identifica como jovem gay com gênero fluido e teve contato com a arte drag pela primeira vez durante um trabalho de fotografia na faculdade!

Christy conta que gosta de ir montada para museus, cinema, shoppings: “Para as pessoas verem que a arte drag não tá só na balada, e sim ao redor de outras coisas ligadas à arte”. Por se sentir aprisionada na figura feminina e também por questões financeiras, a artista decidiu parar de usar peruca e revela que sofre preconceito da própria comunidade por isso! Seu sonho é “fazer as pessoas entenderem que drag não é só feminino

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!