Primeira vereadora lésbica de Londrina, “Jessicão, a Opressora” tenta impedir atletas trans de competir

Lésbica assumida e uma das principais vozes na Câmara Municipal de Londrina contra a criação do conselho para defender políticas públicas para a população LGBTQIA+, a vereadora Jessica Ramos Moreno, a Jessicão (PP), protocolou nesta segunda-feira (20/09) um projeto de lei que pretende proibir a participação de atletas transexuais em equipes e em competições, eventos e disputas de modalidades esportivas no município de Londrina. Com informações da Folha de Londrina.

Segundo a proposta, atletas profissionais ou amadores trans não poderão participar de eventos esportivos que tenham atividades ou realização vinculadas, direta ou indiretamente, à Prefeitura, “seja sob a forma de patrocínio ou subvenção direta ou indireta, apoios institucionais de quaisquer tipos, autorizações de realizações em equipamentos públicos municipais ou realização direta pelo Governo Municipal“. A vereadora justifica a obrigatoriedade da identificação do atleta por meio do sexo biológico de seu nascimento, feminino ou masculino. Jessicão ainda pretende que a futura lei “proíba” a expedição de alvará de realização de evento para as competições e eventos esportivos que inscreverem pessoas trans. O projeto de lei pretende estipular multa de R$ 10 mil e revogar o alvará do evento esportivo que não cumprir a regra imposta.

Também conhecida como “A opressora“, Jessicão tem defendido outras pautas conservadoras na Câmara. Em agosto, a parlamentar protocolou outro projeto sobre gênero, que pretende vedar publicidades em qualquer veículo de comunicação que contenha alusão a gênero e orientação sexual, bem como movimentos sobre diversidade sexual relacionados a crianças e adolescentes. “As publicidades que abordam diversidade sexual trazem real desconforto emocional a inúmeras famílias“, justificou a vereadora. 

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!