Ator performático interrompeu carreira por namoro abusivo: “Rolava facada e tenho cicatriz até hoje”

Conversamos com Mario Alexandre no estúdio do Pheeno! O ator performático de 41 anos conta que desde cedo se entendeu como gay, e tinha o sonho de ser paquita. Aos 18 anos, se assumiu e foi expulso de casa pela família, e se mudou para o Rio de Janeiro.

Com o trabalho em bares e restaurantes, foi chamado para trabalhar na LeBoy e lá acabou tendo oportunidade de fazer seu primeiro show. Na época, se montava de Mariah, mas acabou precisando interromper a carreira por conta de um relacionamento extremamente abusivo e violento. Hoje, já retomou a carreira e faz shows montado como Cazuza e Ney Matogrosso, além de ter investido em ser “barbeiro pelado”.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!