Professor viraliza com relato emocionante sobre reação dos alunos ao contar que é gay

Professor de crianças entre 10 e 11 anos, o educador Gustavo Porcino viralizou no Facebook após compartilhar um relato emocionante sobre o dia em que seus alunos descobriram que ele gay. Ao saber o nome do noivo do professor, os estudantes ficaram preocupados apenas em saber se ele também dava aula e quando iriam conhecê-lo.

“E o fatídico dia chegou, estou eu dando a aula de boas, quando no meio da aula de divisão me surge o seguinte questionamento ‘Professor você namora?’ e ‘Qual o nome da sua namorada?’, duas perguntinhas tão simples, mas que para alguns é um frio na espinha (e eu me incluo dentro dessa)”, disse Gustavo. “Na hora eu fiquei enrolando, falando que não ia falar o nome de ninguém, nesse momento a aula não era de divisão e sim ‘Qual o nome da namorada do professor?’. Pediram a primeira letra, características, cor de cabelo, tudo para tentar adivinhar, até chantagem emocional ‘Nossa professor, a gente conta tudo da nossa vida pro senhor e o senhor nem vai contar para gente ?’”, continuou ele. “Até que de tantos nomes femininos, eu ouço lá do final da sala ‘É VICTOR?’. Eu disse que sim e fiquei esperando a reação”, lembra o professor.

“A próxima pergunta foi: ‘ele dá aula aqui?’, ‘ele também é professor?’, ‘traz ele aqui pra gente conhecer’, ‘ele gosta da gente?’. Senti uma tranquilidade que não coube em mim. Crianças de dez, 11 anos, já entendem que existe o amor independente do sexo. Ninguém ficou chocado por ser dois homens, mas sim, preocupados se o Victor iria gostar deles e se ele iria um dia lá“, conta Gustavo na publicação. “O mundo hoje em dia mesmo depois de tantos anos ainda nos priva de tantas coisas, nos faz ter medo de demonstrar nosso amor. A maldade esta na cabeça dos adultos, para as crianças é simplesmente amor“, concluiu ele, que ainda recebeu um cartaz carinhoso da sua aluna Lívia, celebrando o casal.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!