Drag queen e ativista LGBTQ+ é assassinado a facadas em Mato Grosso

O ativista LGBTQIA+ e militante da Juventude do PT, Rogério Diego dos Santos, de 28 anos, foi assassinado em Juína, município de Mato Grosso. O corpo de Rogério, que também era conhecido por dar vida a drag queen Julya Madsan, foi encontrado na noite de sábado (13/11) e tinha marca facadas. A Polícia Civil investiga o caso.

Thank you for reading this post, don't forget to subscribe!

Segundo informações do G1, o corpo foi encontrado por pessoas que passavam pelo local, por volta das 23h, na chamada Linha Barroso, e foi retirado pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com a Polícia Civil, que esteve no local, o ativista já estava morto havia três ou quatro dias. A vítima não pode ser identificada no momento em que foi encontrada por causa do estado de decomposição. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e depois foi confirmado que era de Rogério. Informações a respeito do caso, motivo do crime e possíveis suspeitos ainda foram divulgadas.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual da Juventude do PT e a Juventude do PT de Juína lamentaram a morte do ativista. “Nesse momento de imenso pesar, nós externamos os nossos sentimentos de solidariedade com a família e amigos da nossa estimada companheira. Descanse em paz! Julya Madsan, presente!“, diz um trecho da nota.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!