É fake que deputado do PT da BA apresentou projeto de lei que daria desconto a gays assumidos

Um print de uma suposta notícia do G1 aponta que um deputado de nome João Flores (que seria do PT da Bahia) teria sugerido um projeto de lei de número 2469/2021 que garantiria descontos e benefícios para homens assumidamente gays e tivessem uma “carteira LGBT”. A “informação” se espalhou rapidamente entre grupos na internet e chamou atenção. Porém, a notícia é fake e próprio portal fez questão de desmentir o boato.

O G1 esclareceu que o site jamais veiculou essa notícia e que não há repórter com o nome que está no print. Há outro detalhe que denota a falsidade, como um ponto final utilizado no título, fora do padrão do portal e do jornalismo brasileiro. Além disso, o projeto de lei 2469/2021 – número que é mencionado na imagem falsa -, em tramitação na Câmara dos Deputados, trata de um outro assunto. Ele altera o decreto-lei 3.689, de 3 de outubro de 1941 (Código de Processo Penal), a fim de permitir que a citação, a intimação ou a notificação de um preso seja feita por quem tem a sua custódia.

A assessoria da Câmara dos Deputados explicou que o parlamentar não existe e que o projeto que tem esta identificação trata de assunto diferente. “Não há nenhum deputado federal com o nome de João Flores e o PL 2469/2021 em tramitação na Câmara propõe mudanças no Código de Processo Penal, a fim de permitir que a citação, intimação ou notificação de preso seja feita por quem tem a sua custódia. Portanto, não há relação com o conteúdo do texto citado em sua demanda“, diz a assessoria. Ainda de acordo com a publicação, a mensagem foi sinalizada pelo WhatsApp como “encaminhada com frequência“, o que indica viralização.

Confira o print

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!