Polícia investiga morte de influenciador gay espancado em Ubatuba; família suspeita de homofobia

Morreu nesta quinta-feira (20/1), aos 31 anos, o maquiador e influenciador digital Glaubedson Duarte, mais conhecido como Glau Duarte. Glaubedson morreu após ser espancado, na praia do Itaguá, em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, onde passava as férias. Familiares e amigos acreditam que o crime tenha sido motivado por homofobia.

A vítima é de Embu das Artes (SP) e passava uma temporada com um grupo de amigas em uma pousada na cidade. Na noite de quarta-feira (19/01) foi a uma casa de pagode com o grupo e, na volta, disse que passaria em um quiosque próximo a hospedagem antes de voltar. Horas depois, ele foi encontrado ensanguentado, com a face desfigurada e seminu na praia do Itaguá. O influenciador foi socorrido e levado para a Santa Casa da cidade, mas não resistiu e acabou falecendo.

“Acreditamos que ele foi espancado por homofobia. No momento em que tudo aconteceu ele usava roupas femininas, vestido e saia, porque era assim que ele gostava de ser vestir. Bateram muito nele e só no rosto, a única explicação é preconceito“, relata Cíntia Pinho, amiga do influenciador. O caso foi registrado na Polícia Civil, que vem acompanhando o crime. Até o momento os policiais trabalham com a hipótese de latrocínio ou homicídio e investiga se o crime teria acontecido por homofobia. O celular e os documentos de Glaubedson foram roubados na ação.

Glau tem mais de 100 mil seguidores no Instagram, onde falava sobre moda, viagens e empreendedorismo. No Youtube, o influencer produzia conteúdos sobre maquiagem. Além disso, o influencer já fez uma série de trabalhos para algumas marcas, e também com famosos.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!