Nascem Mark e Maya, gêmeos do 1º casal gay a gerar no Brasil filhos com a genética dos dois pais

Nasceram nesta segunda-feira (23/02), em Brasília, os gêmeos Marc e Maya, filhos do casal de engenheiros Gustavo Catunda de Rezende, brasiliense de 29 anos, e Robert Rosselló Garcia, cubano de 31 anos. Juntos há mais de 10 anos, o casal é o 1º no Brasil a gerar filhos com a genética da família dos dois pais.

É com imenso prazer que anunciamos a chegada dos nossos bebês. Sejam bem-vindos ao mundo, Marc y Maya”, escreveu o casal na legenda de uma foto onde aparecem com os gêmeos no colo. Donos do perfil no Instagram @2depais, onde possuem mais de 49 mil seguidores, eles compartilharam por lá todo o trabalho de parto da prima de Gustavo, Lorenna Resende, de 27 anos. Foi ela quem se disponibilizou a gerar os bebês do casal. Já os óvulos foram doados pela irmã Gustavo, Camila Catunda, de 20 anos.

Foi após uma nova resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM), publicada em junho deste ano, alterando as normas que regulam a utilização das técnicas de reprodução assistida no Brasil, que Gustavo e Robert conseguiram dar inicio ao processo. Até então, a doação de óvulos era anônima e não podia ter nível de parentesco. A partir de agora, parentes até o 4º grau podem doar óvulos para outro parente. Com isso, eles se tornaram o primeiro casal do Distrito Federal a realizar fertilização in vitro com óvulo doado por uma parente.  

Gustavo e Robert estiveram no estúdio do Pheeno e bateram um papo com a gente. O casal contou um pouco sobre a história dos dois que, primeiramente, eram amigos, inclusive com namoradas, mas a amizade foi evoluindo e eles acabaram se envolvendo. Além disso, claro, eles falaram sobre o sonho da paternidade e todo o processo de construção da família.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!