Psicóloga que oferecia “cura gay” tem registro profissional cassado pelo Conselho Regional de Psicologia

Conhecida por divulgar o seu “tratamento de reversão da homossexualidade“, a psicóloga e missionária Rozangela Justino teve, nesta quinta-feira (17/02), o seu registro profissional cassado pelo Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal.

Conforme informações do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a representação da categoria seguiu decisão tomada também no Rio de Janeiro, após denúncias feitas pelo Ministério Público Federal (MPF), pela Associação Brasileira dos Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT) e por outros interessados. A psicóloga foi alvo de um processo disciplinar por defender a prática da chamada “cura gay“. Ela foi uma das autoras da ação que liberou o tratamento no país em 2017 e, que, logo em seguida, deixou de valer. Desde 1990, a Organização Mundial da Saúde afirma que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão“.

Com a cassação do seu registro profissional, Rozângela fica impedida de manter atendimento a pacientes em todo o país. Caso continue, pode responder por exercício ilegal da profissão. Resolução do Conselho Federal de Psicologia aponta, também, que “os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades”.

Atualmente a psicóloga ocupa “cargo especial“, desde 2017, como assessora parlamentar na Câmara dos Deputados. Ela atua, hoje, junto ao gabinete do deputado Sóstenes Cavalcante, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus

Confira a decisão

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!