SC: Três estudantes de escola em Joinville são advertidas por utilizarem bandeiras com as cores do arco-íris

Três estudantes da Escola Municipal Presidente Castello Branco foram advertidos na última semana por utilizarem bandeiras LGBTQIA+. O caso ocorreu na última quarta-feira (23/02), na unidade de ensino cívico-militar localizada no bairro Boa Vista, em Joinville (SC).

Conforme informações do portal O Município, após receber a advertência, a mãe de uma das alunas denunciou o caso a em páginas militantes, como o UnaLGBT ou Movimento Feminista Pela Diversidade. Segundo Jonas Marssaro, integrante da UnaLGBT, a família relatou que a filha havia levado pequenas bandeiras coloridas para ela e outras amigas usarem. Neste momento, o trio foi chamado à orientação escolar. A orientadora teria explicado às alunas que seriam advertidas formalmente, pois a escola entendia que elas estariam fazendo campanha, o que seria proibido no ambiente escolar.

Fica advertida pelo motivo abaixo. Aluna utilizando bandeira LGBT. Artigo 37: não será permitido ao aluno promover, na unidade escolar, qualquer tipo de campanha, ou atividade sem prévia autorização da Direção”, diz um trecho do advertência, divulgada nas redes sociais. Jonas, porém, entende que a aluna estava apenas compartilhando as bandeiras com as amigas e que tem seu direito de livre expressão garantidos no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).As pessoas têm direito de usar adornos e expressar-se da maneira como elas compreendem, inclusive no ambiente escolar”, afirma.

Após a denúncia da mãe de uma das estudantes a movimentos sociais, foi marcada uma manifestação em repúdio à atitude da escola. A Escola Municipal Presidente Castello Branco não comentou sobre o ocorrido.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!