Jogador Danilo, do Palmeiras, se desculpa após comentário homofóbico: “Exagerei nas brincadeiras”

O jogador Danilo, do Palmeiras, se manifestou nesta terça-feira (05/04) após ser acusado de homofobia por ter usado o termo “bambi” para se referir ao São Paulo. O fato aconteceu depois da conquista do título do Paulistão pela equipe alviverde, em goleada por 4 a 0 sobre o rival tricolor no último domingo (03/04).

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Danilo está no gramado do Allianz Parque celebrando o título palmeirense e se refere ao clube rival como “bambi“, usado pejorativamente em relação aos são-paulinos: “Os bambi tá c*****. Tem que respeitar nós”. Em meio às discussões a respeito da declaração de Danilo, muitos internautas se manifestaram contra a atitude do meio-campista palmeirense, definindo-as como homofóbicas e criminosas. Após as criticas, o jogador usou as redes sociais para se desculpar do comentário. “Estou aqui para pedir desculpas a todos pela forma como me comportei depois da conquista do título paulista. Acabei me deixando levar pelo calor do momento e usei algumas palavras que não deveria ter usado. Sou negro, nasci no Nordeste e vim de família humilde. Jamais faria algo com a intenção de agredir ou ofender alguém. Quem me conhece sabe do meu caráter e de todas as dificuldades que superei para chegar a um dos maiores clubes do futebol mundial“, escreveu o jogador.

Danilo continua ressaltando que não teve qualquer intenção de ofender o clube ou os torcedores do São Paulo. “Faço parte do elenco profissional do Palmeiras desde 2020 e sempre cumpri todas as regras. Dentro de campo, sou um atleta disciplinado, leal, que toma poucos cartões e procura fazer o melhor pela equipe. Mas, fora de campo, sou um ser humano que acerta e erra, como qualquer outro. Exagerei nas brincadeiras e, por isso, peço novamente desculpas. Sou jovem e estou disposto a aprender com tudo o que aconteceu“, concluiu o atleta.

Confira o pedido de desculpas

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!