Novo reality show da Rússia leva a homofobia a um novo nível estranho

Fãs de reality shows, preparem-se para este absurdo! A Rússia lançou sua mais recente tentativa de ser o país mais homofóbico do planeta: um reality show no qual os participantes tentam provar que não são gays. Tá passada?!

I’m Not Gay” coloca oito russos uns contra os outros, todos tentando provar o quão estereotipicamente “héteros” eles são. Em cada episódio os participantes veem outro concorrente ser eliminado por meio de uma votação do elenco após algumas provas, como uma prova de roupas de banho e danças de colo com strippers femininas. Escondido no elenco está um homem gay de verdade (e nos sentimos muito mal por ele); o show termina uma vez que ele é descoberto e eliminado pelos concorrentes héteros.

O político russo Vitaly Milonov apresenta a produção. Ele é conhecido como a mente por trás das duras leis de “propaganda anti-gay” da nação que demonizam as pessoas LGBTQIA+ e incentivam o tratamento violento delas. As leis encorajaram pessoas da comunidade a fugirem da Rússia e do resto da Europa Oriental nos últimos anos. Relatórios em meio à invasão da Ucrânia pelo país também detalham o aumento da violência contra cidadãos LGBTs.

A ironia é que a premissa do show é bem gay em si. Os créditos de abertura da série, definidos com a música “All Along The Watchtower”, de Jimi Hendrix, também são tão gays quanto qualquer coisa que já vimos em “RuPaul’s Drag Race“. Esperamos que ‘Ru & Company‘ tenha uma paródia de “I’m Not Gay” em andamento.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!