Acusado de matar travesti a facadas e decepar a mão da vítima é condenado a 16 anos de prisão no Maranhão

O réu José Ferreira de Souza, de 35 anos, foi condenado a 16 anos de reclusão por ter assassinado uma travesti com quem havia tido um relacionamento. O crime aconteceu em 4 de maio de 2019, na cidade de Bacabal, a 240 km de São Luís. Melissa, que tinha 30 anos de idade, foi morta a golpes de faca e ainda teve a mão decepada.

Segundo informações do G1, a condenação de José Ferreira foi decidida pelo Tribunal do Júri da 1ª Vara Criminal de Bacabal, em sessão realizada no dia 8 de novembro e divulgada nesta segunda (14/11), pela Corregedoria Geral da Justiça (CGJ-MA). De acordo com inquérito policial no dia do crime, denunciado e vítima se encontraram em uma festa que acontecia na comunidade. Após conversarem, eles foram juntos, a convite de Melissa, para um local mais isolado na mata, próximo ao Ginásio Poliesportivo da Vila São João, com o intuito de usarem drogas. Durante o uso de entorpecentes, os dois iniciaram uma discussão pois, segundo depoimento de José, Melissa não aceitava o término do relacionamento que mantinham.

O denunciado relatou que, de dado momento, Melissa pegou uma faca e teria partido pra cima dele, foi quando ele tomou a arma e desferiu vários golpes contra a vítima. Porém, ao ser questionado sobre o fato de ter decepado a mão de Melissa, José alegou não se recordar de ter feito isso. O corpo de Melissa foi encontrado por populares no dia seguinte ao crime, sem roupas e com a mão direita decepada em cima do rosto. José Ferreira foi preso dois dias depois do crime, após se entregar na delegacia da cidade e confessar o assassinato.

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!