Renato Turnes: “A AIDS causou uma ruptura geracional, então perdemos a reverência aos mais velhos”

Conversamos com Renato Turnes no estúdio do Pheeno! O ator e diretor de teatro está em cartaz no Rio com a peça “Homens Pink”, sobre a memória de 9 senhores gays e a ancestralidade na comunidade LGBTQIA+! O projeto surgiu a sua inquietação ao completar 40 anos e a reflexão sobre como é envelhecer como um homem gay: ‘A comunidade especialmente é apegada a ideia da juventude, da beleza”. Renato reflete que ocorreu uma ruptura geracional que afastou os gays “novinhos” dos mais velhos: “Como muitos homens adultos nos anos 90 morreram, as gerações que vieram depois não tinham referências”. A peça “Homens Pink” está em cartaz no Rio até dia 02/04, no SESC Copacabana, de quinta à domingo, às 19h!

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!