Ex-Malhação relembra bullying que sofreu na escola por ser gay: “Me chamavam de viadi***”

Ex-galã de “Malhação“, onde interpretou o jovem Guto, Bruno Gadiol abriu o coração sobre os ataques homofóbicos que sofreu ao longo de sua vida. Antes de se declarar gay, o que só fez tempos depois de sua participação na série da TV Globo, em 2017, Bruno disse que preferia se “esconder” para não ser questionado sobre sua sexualidade ou sofrer algum tipo de violência.

Demorei muito para me abrir para o mundo. Eu era mais contido por medo. Sofri todo tipo de bullying. Me chamavam de viadinho porque eu dizia que gostava de tal filme, de tal coisa. Isso foi me fechando, fui ficando mais na minha… Nem gosto de lembrar muito dos tempos de colégio, principalmente do ensino médio. Na época, minha ansiedade já estava descontrolada e eu detestava ir para a escola. Eu inventava desculpas para não ficar com as meninas, evitava de ir para os lugares“, contou o ator e cantor ao “Vênus podcast“.

Gadiol, que hoje diz viver sua sexualidade com plenitude, escondeu desde cedo sua atração por meninos. Segundo o ator e cantor, ele sabia de sua sexualidade desde os sete anos de idade. “Sei da minha sexualidade desde os 7 anos. Lembro de me senti atraído por meninos, sentia algo dentro de mim. Eu não bloqueava meus sentimentos, mas escondia para os outros“.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!