Isabelita dos Patins leiloará acervo pessoal e desabafa: “A idade chega e temos que ter consciência”

Uma das personalidades mais simbólicas do carnaval carioca, Isabelita dos Patins revelou que leiloará parte de seu acervo como bolsas, tiaras, coroas e modelitos exclusivos. Aos 75 anos e com mais de 50 de carreira, a artista ressaltou não estar passando por dificuldades, e que consegue se manter com sua aposentadoria e uma barraquinha na Praça XV, no Centro do Rio, onde vende bonequinhas da Isabelita, mas que ainda assim, irá leiloar parte de seu acervo, em fevereiro.

“Estou bem e não estou passando dificuldades. Não tenho mais tanta habilidade, não ando mais tão rápido. A idade chega e temos que ter consciência”, revelou a arista, personagem do argentino Jorge Omar Iglesias, à coluna de Heloisa Tolipan. Na sua barraquinha, ela vende souvenirs de Isabelita – como imãs de geladeira, garrafas, bonecas e canecas – e avisa que a partir do dia 3 colocará à venda também roupas e objetos do seu acervo pessoal.

Por questões de saúde, ela não participará da folia carioca deste ano. Isabelita aponta que o calor faz sua pressão variar. “Eu nunca tive problema de trabalhar e de me maquiar, mas com esse calor, quando eu me maquio começo a suar e a maquiagem não fica, além de tudo tenho problema de pressão. Tenho que cuidar da minha saúde. Minha pressão oscila, dói a perna, a coxa… Andar de patins exige muito dos joelhos… Imagina, uma pessoa que está completando em breve 76 anos, aposentado e vivendo do seu personagem –  que me sustenta por seis meses – e que não pode trabalhar. É muito triste”, desabafa.

Ainda durante a entrevista, Isabelita comentou também comentou sobre a mudança na noite LGBTQIA+ do Rio de Janeiro. “Me orgulho por ter 76 anos, ter 50 e tantos anos de carreira e ainda estar em evidência. Hoje em dia está tudo mudado. No Rio não tem boate gay, não tem mais um Cabaré Casanova, uma LeBoy, um GalaGay… Tudo acabou. Tem drag fazendo show em sauna gay. Eu vivi os anos dourados e me sinto privilegiado por isso“.

Isabelita ressalta gostar das atuais drags, mas aponta ser “muito saudosista“. “Gosto delas, mas acho que cada um tem um valor. Hoje, as drags [são diferentes]. Há aquelas que cantam, outras que batem cabelo, mas de fazer show mesmo como antigamente, não tem mais e isso me chateia, mas tenho que me acostumar”.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!