Pai é preso pelo crime de homofobia contra o próprio filho no litoral do Paraná

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu em flagrante um homem, de 51 anos, pelo crime de homofobia contra o próprio filho. Ele foi preso nesta quarta-feira (15/05) em Morretes, no litoral do estado. O indivíduo estava sendo investigado por praticar injúria envolvendo elementos de homofobia.

“Durante o interrogatório, ele expressou sua recusa em aceitar a homossexualidade de seu filho, afirmando que considera seu preconceito um direito próprio. Ele também declarou abertamente ser homofóbico”, disse o delegado da PCPR André Rosa da Silva. Diante dessas declarações, o homem recebeu voz de prisão em flagrante, conforme previsto pela Lei nº 7.716/89, que trata dos crimes de discriminação e preconceito. 

“O discurso de ódio é a manifestação de desprezo ou intolerância contra determinados grupos, motivada por preconceitos ligados à etnia, religião, gênero, deficiência física ou mental e orientação sexual. Por ser considerado como crime, será rigorosamente reprimido pela PCPR”, conclui o delegado. O homem foi encaminhado ao sistema penitenciário e permanece à disposição da Justiça. Os nomes dos envolvidos não foram revelados pelas autoridades.

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!