Ex-BBB Fred Nicácio diz que passou por “cura gay” e rompeu com a família evangélica

Durante o mês do Orgulho LGBTQIAPN+, Fred Nicácio, participante do “Big Brother Brasil 23”, compartilhou nas redes sociais sua experiência de infância difícil como homem gay criado em um lar evangélico. O ex-BBB e médico discutiu seu processo de aceitação, revelando ter enfrentado tentativas de “cura gay” durante a infância e ter se distanciado de seus familiares como resultado desse processo.

“Nasci num lar evangélico. Sou filho de pai e mãe militares, e vocês podem imaginar que esse não é um meio muito salubre para pessoas LGBTs. Passei a minha infância inteira ouvindo que Deus ia me castigar por isso, que era pecado, passei por ‘curas gays'”, relatou ele, em um vídeo postado em suas redes sociais nesta terça-feira (25/06).  “Essa ‘saída do armário’, para mim, foi muito doloroso, porque isso veio com uma ruptura da minha com família, sem o apoio, sem o amor, sem o afeto, sem o acolhimento”.

O médico ressalta que, apesar de triste, sua história não é única e atinge diversas outras pessoas LGBTQIAPN+. “Ela é uma história que se repete em vários lares brasileiros. Não foi fácil. Isso me fez ter que escolher entre mim e a minha família. Que bom que consegui. Muitos não conseguem sobreviver a essa angústia”, lamenta Nicácio.

“Mas eu tive apoio de amigos e, na época, do meu namorado e hoje marido, para que eu pudesse superar. Acreditei naquilo que estava dentro do meu coração e dizia que não há problema nenhum amar quem quer que seja. Amor é amor. Por isso que eu digo a vocês: Não deixem de amar quem vocês querem amar. Vale a pena. Viva ao nosso orgulho”, finalizou o ex-BBB

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!