O Sistema Único de Saúde também aceita a autodeclaração a respeito de raça, cor, orientação sexual e identidade de gênero

Aplicativo do SUS passa a aceitar autodeclaração de orientação sexual e identidade de gênero

A partir desta segunda-feira (08/07), uma nova funcionalidade foi implementada no aplicativo Meu SUS Digital, permitindo aos usuários autodeclarar informações importantes como raça/cor e nome social. Segundo o Ministério da Saúde, além desses dados, agora também é possível inserir informações sobre orientação sexual e identidade de gênero diretamente na ficha de cadastro das Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

A medida visa garantir que todas as informações autodeclaradas sejam integradas ao Cadastro Nacional de Usuários do SUS (CadSUS), refletindo nos sistemas de saúde de todo o país. Isso possibilitará um mapeamento mais preciso das condições de saúde de diversos grupos da sociedade, além de facilitar a implementação de políticas públicas específicas.

Ao acessar o aplicativo, os usuários serão convidados a preencher obrigatoriamente a autodeclaração de raça/cor. Para editar informações como nome social e endereço, é necessário acessar a aba Meu Perfil. O processo de autodeclaração permite corrigir ou incluir novas informações conforme necessário, contribuindo para a precisão dos registros de saúde.

Nas unidades básicas de saúde, profissionais realizarão perguntas obrigatórias sobre orientação sexual e identidade de gênero durante os atendimentos, respeitando a autonomia dos usuários para decidir se desejam responder. As opções disponíveis incluem sete orientações sexuais e sete identidades de gênero, refletindo um compromisso com a inclusão e o respeito à diversidade na prestação de serviços de saúde pública.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Arthur Aguiar

Redator do Pheeno, formado em comunicação social e estudante de moda. Apaixonado por contar histórias e explorar culturas.

Você vai curtir!