“O golpe é misógino, homofóbico e racista”, diz Dilma após sofrer impeachment

dilma-discurso-afastamento-pheeno-capa

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT), após sofrer impeachment nesta quarta-feira (31/08), fez discurso em Brasília em que afirmou que vai recorrer “em todas as instâncias possíveis” contra decisão do Senado de 61 votos contra 20.

Na sua fala, Dilma afirmou que este não é um momento para dizer adeus, mas “até daqui a pouco”, e convocou os brasileiros à luta. “Não desistam da luta, ouçam bem: eles pensam que nos venceram, mas estão enganados. Sei que todos nós vamos lutar. Haverá contra ele a mais incansável oposição que um governo golpista pode sofrer”.

Para a ex-presidenta, o golpe atinge diretamente o “direito dos negros, indígenas, da população LGBT, das mulheres”. “O golpe é contra o povo e contra a Nação. O golpe é misógino, o golpe é homofóbico, o golpe é racista. É a imposição da cultura da intolerância, do preconceito, da violência”, afirmou a petista.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!