Pastor homofóbico tenta “curar” apresentador gay e pisa em bandeira LGBT ao vivo

Convidado desta segunda-feira (19/06) do programa “O Interruptor”, do canal chileno Vía X, um pastor homofóbico vem causando polêmica com a sua participação na atração. O motivo?! Javier Soto atacou gratuitamente o apresentador do programa, José Miguel Villouta, que é assumidamente gay.

Soto foi chamado para debater sobre as conquistas da comunidade LGBT e a violência que homossexuais sofrem diariamente. Sabendo da orientação de Villouta, o pastor pediu para fazer uma oração com o intuito de “curar” o apresentador. Apesar de permitir a reza, Villouta deixou bem claro que a atitude de Soto era uma falta de respeito com as pessoas presentes no estúdio.

Irritado com a resposta, o pastor tirou a bandeira da comunidade LGBT do bolso e disse que aquilo era um “pano cheio de imundice”. Incomodada com a situação, Claudia Adana, diretora do canal, pediu para que Soto se retirasse do estúdio, cancelando a entrevista. Ao jornal chileno “Emol”, o canal disse que o convite ao pastor tinha como objetivo “conhecer a postura do evangélico, mas que não pode sustentar uma conversa tranquila com o religioso”.

Confira

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 21 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Comentários no Facebook