Filho trans de candidato ao governo do Rio acusa pai de usá-lo contra a sua vontade em campanha

Em recente entrevista ao jornal O Globo, Erick Witzel, de 24 anos, filho transgênero do candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo PSC, Wilson Witzel, acusou o pai de usá-lo durante a sua campanha eleitoral.

Segundo Erick, o político desrespeitou a sua privacidade ao mencioná-lo em vários momentos da sua campanha como seu filho trans, mesmo contra a sua vontade. “Eu me senti usado nas entrevistas que ele deu“, afirmou o cozinheiro, usando como exemplo uma recente entrevista do pai à CBN, onde o ex-juiz, mesmo sem ser questionado, mencionou o filho.

Erick ganhou destaque na mídia após fazer um desabafo em seu Instagram, lamentando o resultado da votação do primeiro turno. “Um dia triste para a história do nosso estado e do nosso país”, disse na época.

Recentemente, o cozinheiro pediu afastamento do trabalho até o fim das eleições, segundo informações da colunista Mônica Caruso, do jornal O Globo. Cozinheiro do Fasano Al Mare, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, Erick estaria com receio de sofrer bullying dos colegas, afirmou a publicação.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!