Janelle Monáe: “não sou uma mulher, não sou um homem, sou uma experiência”

Em entrevista à revista americana Variety, a cantora, compositora e atriz Janelle Monáe falou abertamente sobre sua identidade de gênero. Embora não se identifique como pessoa não-binária, ela afirmou que não vive sua vida “de maneira binária”. Segundo a artista, ela está “explorando” sua identidade de gênero.

“Eu não sou uma mulher, não sou um homem, sou uma experiência. Sinto meu feminino e sinto meu masculino, sinto uma energia que realmente não consigo explicar. Lutei contra as normas de gênero e o que significa ser mulher e o que significa ser homem”, declarou Monáe.

Janelle citou a letra da canção “I Would Die 4 U”, do cantor Prince, que fala “eu não sou uma mulher, eu não sou um homem, eu sou algo que você nunca entenderá”, continuou “isso ressoou em mim”. Ela também disse estar “muito feliz” que mais pessoas estejam aprendendo sobre o que significa ser não-binário.

“Estou tão aberta ao que o universo está me ensinando e ensinando a todos nós sobre gênero. Definitivamente não vivo minha vida de maneira binária. Eu sempre evitei isso [levar uma vida de maneira binária], como você pode ver pela maneira como me visto e pelas coisas que disse desde o início da minha carreira”, comentou Monáe.

Quando foi questionada sobre o motivo pelo qual sua página na Wikipédia teve os pronomes alterado para pronomes de gênero neutro (que em inglês são usadas as palavras “they” e “them”), a artista respondeu: “Não fui eu. Acho que as pessoas podem me chamar do que quiserem me chamar. Eu sei quem eu sou. Eu conheço minha jornada. E não preciso declarar nada”.

Arquiteto, DJ, VJ, Produtor de Eventos e redator colaborador de conteúdos sobre diversidade LGBTI+ do portal Pheeno.com.br! #MandaAssunto