Mesmo com loja destruída, Marc Jacobs defende manifestantes: “Vidas negras importam”

O estilista Marc Jacobs usou seu perfil do Instagram neste domingo (31/05) para se posicionar a favor dos protestos que estão ocorrendo nos Estados Unidos depois da morte de George Floyd, homem negro morto asfixiado após um policial branco pressionar o joelho em seu pescoço, em Minneapolis.

Mesmo com sua loja tendo sido alvo dos manifestantes, o estilista norte-americano não deixou de mostrar sua empatia com o movimento. “Nunca deixem te convencer que um vidro ou propriedade quebrada é violência. Fome é violência, falta de moradia é violência, guerra é violência, jogar bomba nas pessoas é violência, racismo é violência, supremacia branca é violência, pobreza é violência, contaminar água apenas por lucro é violência. Uma propriedade pode ser reconstruída, a vida humana, não”, escreveu Jacobs.

Mais tarde, o estilista compartilhou em seu perfil uma foto da placa de uma de suas lojas pichada com o nome de George Floyd e de Sandra Bland, jovem negra detida por um incidente de trânsito e encontrada morta na prisão. “Uma vida não pode ser substituída. Vidas negras importam”, reforçou.

Confira

Ver esta publicação no Instagram

#BLACKLIVESMATTER @surjnyc

Uma publicação partilhada por Marc Jacobs (@themarcjacobs) a

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!