Covid Partie: jornalista denuncia festas gays clandestinas em plena pandemia

Imagem reprodução: Towleroad/Twitter

Desde março, o jornalista norte-americano Chris Weidner vem usando o seu Twitter para denunciar festas clandestinas que vêm acontecendo por Nova York. Em maio, a ilha Fire Island ficou entre os assuntos mais comentados da rede social após Weidner expor fotos e vídeo de eventos gays que aconteceram por lá.

Recentemente, agora em julho, o jornalista compartilhou fotos de uma nova “Covid Partie”. Através da conta do site Towleroad no Twitter, Chris expôs diversos participantes sem máscaras desafiavam as leis de proibição e isolamento social. Em um dos vídeos divulgador pelo jornalista, um rapaz fala para a câmera: “Fo*** a máscara. F** seu distanciamento social. F** sua vacina. F** sua eugenia. Beije meu C* se você acha que eu sou um idiota”.

“Muito distanciamento não social acontecendo no Fire Island Pines, em Nova York. Certos gays parece que não podem passar uma temporada isolados para salvar suas vidas e as de outros”, disse Chris ao Towleroad.

Confira algumas das denúncias

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!