Pai flagra filho se maquiando e tem a melhor reação; assista

Há cerca de um ano e meio, o americano Andrew Edgerton, de 18 anos, criou uma conta no YouTube para ensinar técnicas de maquiagem e, desde então, passou a somar inúmeros seguidores. O jovem conseguiu se tornar um youtuber de beleza, mas, em um dos seus mais recentes vídeos, o que chamou atenção não foi o tutorial de maquiagem em si, e sim o comentário feito por seu pai.

Ao flagrar o filho se maquiando, o pai elogia o rapaz: “Isso parece muito incrível”. O youtuber então faz uma pausa, esperando surpresa com o comentário, abre um sorriso e responde: “Obrigado”. Em entrevista ao “Buzzfeed”, o pai comenta a atitude: “Eu passei pelo quarto de Andrew e notei que ele estava fazendo uma maquiagem . Dei uma espiada e fiquei impressionado com o trabalho que ele tinha feito. Desde que ele começou a se maquiar, em dezembro de 2016, fiquei muito impressionado com sua capacidade de ficar com a aparência que deseja de forma tão rápida”.

O jovem confessa que foi pego de surpresa e sentiu certa timidez ao ouvir o comentário, mas Glenn diz que fez isso porque acredita ser necessário: “Como pai, você quer que seus filhos corram atrás das coisas pelas quais eles são apaixonados. Acredito que a paixão pelo seu trabalho é importante, e eu realmente espero que isso dê certo para ele”.

Incentivado por um amigo, o americano resolveu postar o vídeo, que já soma milhões de visualizações no Twitter e no Instagram. O youtuber conta que compartilhou o momento para destacar o quanto é importante para as pessoas da comunidade LGBT+ receber apoio em casa.

Depoimento do jovem

“Muito obrigado a todos por suas amáveis palavras nos últimos dois dias. Eu sou muito sortudo por ter um pai tão gentil e solidário, eu não seria a pessoa que eu sou hoje sem ele. É tão importante que os pais aceitem e amem seus filhos LGBT+ porque o resto do mundo nem sempre nos trata tão bem. Todas as suas palavras gentis significam muito e eu e meu pai continuaremos espalhando o amor, a positividade e a aceitação. Isso é uma promessa.

O apoio que todos vocês me deram mostrou que isso não deve parar por aqui. Eu sempre dizia para mim mesmo que, se eu ganhasse uma voz nas mídias sociais, usaria isso para que quem não têm o apoio dos pais saiba que eu estou aqui e espero que todos que me seguem estejam aqui também. Nós, os LGBT+, temos que nos unir para que tenham mudanças e que um suporte como esse não seja raro, mas sim esperado”.

Confira o momento

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!