Fábio Porchat sobre bullying que sofreu na escola: “Entendi que ser chamado de gay não é problema”

Entrevistado do “Programa do Bial” desta quarta-feira (24/07), Fábio Porchat revelou que, quando era mais novo, sofria e fazia muito bullying. Segundo Fábio, ele demorou para perceber que as pessoas queriam o ofender chamando de gay.

“Sempre sofri muito bullying de ‘viadinho’. Até hoje. Mas, quando você é criança, é a pior coisa que pode acontecer no mundo. Depois de adulto, eu entendi que ser chamado de gay não é problema porque não é problema de caráter. Quando chamam de ladrão, de safado, aí que é problema”, afirmou o humorista a Bial.

Ainda ne entrevista, Porchat confessou que já fez muitas piadas preconceituosas no passado, mas garantiu que atualmente tem tomado mais cuidado, já que tem uma consciência melhor sobre o assunto. “É muito importante que as coisas mudem, que tenha representatividade, que a gente perceba que acabou”, declarou. “Sempre fiz todo o tipo de brincadeira, que provavelmente machucou muitas pessoas, como também fui machucado. Mas hoje as coisas estão mudando”, finalizou.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!