Loja muda regra de sorteio de moto ao ver que vencedora é mulher trans: “Estou muito abalada e triste”

Uma loja de automotivos em Campos dos Goytacazes, localizada no norte do estado do Rio de Janeiro, vem sendo acusada de transfobia por Thaylla Ferrarini, eleita Miss Transex da cidade. Segundo ela, a loja alterou as regras do sorteio de uma moto após ter visto que a vencedora era Thaylla.

Em vídeo divulgado nas redes sociais da Junior Car Motors, foi mostrado que Thaylla foi a sorteada entre os participantes, sendo parabenizada e orientada a procurar a empresa para a retirada da moto. No entanto, depois de divulgar o resultado, a loja alterou as regras do sorteio e não entregou o prêmio para a modelo. “Estou muito abalada e triste porque é uma pressão psicológica muito grande. Minha intenção era pegar a moto e investir em mim, em meu corpo“, lamentou ela. “É um pasadelo. Eu falei que iria processar, mas ele falou que era para eu processar que isso não assusta ele“.

Em um vídeo publicado no Instagram da loja, o empresário Junior Vianna afirma que Thaylla não seguiu todas as regras da promoção e pede para que internautas parem de ficar enviando mensagens. “Pessoal está mandando mensagem direto, está querendo causar na internet“, disse Junior. “A gente fez um sorteio agora, sábado (dia 20). Quem ganhou o sorteio a princípio na primeira vez foi a Thay Ferrarini. Ela ganhou, a gente fez o sorteio. Quando a gente foi verificar, se ela tinha realmente seguido as regras, foi verificado que não. Ela marcou os três amigos e os três amigos não seguiram a página. Então não adianta. O pessoal está me enchendo a p* do saco“.

Fica me aporrinhando falando que vai me processar. Processa“, comentou. “Já está avisado aí. Não adianta ficar me perturbando, que não vai levar e acabou. Sorteio tem que seguir a regra, se não seguiu a regra, só lamento, deixou de ganhar a moto“. Thaylla afirmou já ter entrado com um processo contra a loja. 

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!