Blessed Boy reflete sobre críticas a vídeos de dominação e submissão: “BDSM é confiança, se não é abuso”

O ator pornô Blessed Boy, alter ego de Rodrigo Cenci, resolveu refletir sobre os diversos vídeo de BDSM que protagoniza na internet. Muitos deles vinham recebendo críticas sobre a forma que ele mostrava a prática fetichista. “Meu erro jamais foi produzir vídeos hardcore, mas sim ter deixado de demonstrar o processo pra se chegar naquele ponto”, ele escreveu em seu Twitter oficial. “BDSM é confiança e segurança, se não é abuso”.

Ele revela que pretende tirar do ar as produções. “Para ser coerente comigo mesmo, nos próximos dias estarei deletando alguns vídeos em que na hora da gravação esse processo não foi tão respeitado. Essas coisas não eram claras assim pra mim há dois anos atrás”.

Os posts de Blessed Boy no Twitter ganharam diversas respostas, em especial de praticantes de BDSM. “O que precisa ser explicado é que dominação e submissão não é o mesmo que agressão”, disse o usuário Dom Lex. “Fico feliz que tenha entendido coisas que a gente demora para entender, ‘ser manipulado e dominado’ sem o consentimento da gente é muito errado”, respondeu outro seguidor!

Confira o tweet original de Blessed Boy

VEJA + NO PHEENO TV

Thiago Araujo é editor-chefe e criador do Pheeno! Referência no cenário pop LGBTQIA+ nacional, o carioca de 30 anos é jornalista e empresário do ramo do entretenimento, além de agitar as pistas como DJ mundo afora!