Blued aposta na representatividade LGBTQ+ no Brasil e quer revolucionar a interação nos apps

Lançado há menos de um ano no Brasil, o Blued, aplicativo de relacionamento gay com mais de 54 milhões de usuários em todo o mundo, segue apostando na representatividade LGBTQ+ e prometendo novidades para os usuários do país.

Quem adianta a novidade com exclusividade para o Pheeno é Jason Li, Gerente de Marketing Global do Blued. “O Brasil tem grande potencial para o avanço da diversidade e os resultados positivos que registramos em apenas quatro meses de presença no país é uma prova de que a comunidade LGBTQ+ local busca espaços acolhedores, seguros e livres de LGBTfobia para exercer seus direitos e desejos”, conta Jason.

Com o objetivo de aprimorar ainda mais o relacionamento de confiança entre o Blued e a comunidade LGBTQ+ no país, o aplicativo promete uma grande novidade em termos de interação para os usuários, a ser anunciada nas próximas semanas. “Vamos revolucionar a forma de interação entre as pessoas nos aplicativos de relacionamento, promovendo novas dinâmicas de debate e aumentando a conexão entre os usuários”, antecipa Jason, sem revelar mais detalhes. O que será que vem por aí, hein?!

Aplicativo criado por policial enrustido

O Blued foi fundado em 2000, quando Baoli Ma, um policial gay dentro do armário, fundou um dos primeiros e principais fóruns online da China voltados para o público LGBTQ+, o Danlan.org. Depois, ao deixar seu cargo na polícia chinesa, dedicou-se totalmente às atividades de conscientização social voltadas para a comunidade, em um país conhecido por ser conservador dos costumes e morais.

Atualmente, o Blued conta com mais de 54 milhões de usuários internacionais, com média de 6,4 milhões de consumidores ativos mensalmente e operações em diversos países como China, Brasil, Índia, Japão, México, Filipinas, Coréia do Sul, Tailândia, EUA e Vietnã.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!