Filho de presidente argentino se identificará como não binário em documentos

Dyhzy, filho do presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou nesta quinta-feira (22/07) que mudará seus documentos para passar a ser identificado como não-binário. Um decreto presidencial publicado no país na quarta (21/07) passa a admitir o registro de pessoas que não se identificam com os gêneros feminino e masculino.

Quando o Estado reconhece uma lei, essa lei vai se naturalizando. Hoje não é diferente, não chama a atenção ver um casal homossexual se casando, pois se aprovo o matrimônio igualitário. Esse tipo de direito é necessário ser reconhecido pelo Estado. Mais do que falta, as pessoas precisam primeiro se descontruir, mais gente vai naturalizar isso. Obviamente que existe gente do mal: transfóbica, homofóbica”, disse ele durante uma live no Instagram.

Dyhzy também deverá alterar o nome em seus documentos, em que aparece como Estanislao: “Nunca na minha vida eu me senti identificado com esse nome”, afirmou, segundo o jornal “Perfil”.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!